Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

Algum dia teria que ser...

Maio 14, 2009

o furas não tem andado bem...

na terça notamos que não conseguia ir à casa de banho e ficamos preocupados, podia ser algum bloqueio nos intestinos, alguma coisa que ele tivesse comido que não devia.
levamos o gajo à clinica de urgência. o vet que lá estava não percebia de furas, mas rx feito e ao telefone com o nosso vet lá chegaram a conclusão que podiam ser as glândulas anais que estavam obstruídas e ele não conseguia fazer cócó por causa das dores.. vazar as glândulas foi de longe a coisa mais cruel que já fizeram aquele bixo, pelo menos acordado.. tive que sair da sala, mas ouvi-o.. o marido ficou lá a segura-lo, e não saiu de lá com boa cara, e não foi só por causa do cheiro nauseabundo que saiu do cú daquele pobre animal...

na quarta achamos que não o devíamos deixar sozinho porque ele tava mesmo muito estranho. apático, meio desorientado, fraco, e parecia que estava com diarreia.
o marido ficou a trabalhar em casa para poder vigia-lo. a única coisa que conseguiu faze-lo comer foi carne de peru. água teve que ser forçado a beber, e cócó.. tá quieto.
à noite fomos comprar malte, a ver se servia de alguma coisa.. lá prás cinco da manhã, foi finalmente fazer uma caganita e comer ração. depois enfiou-se na cama comigo, o que só por sí é bom sinal :)

esta manhã estava estranho. batia com o focinho em todo o lado, parecia que não sabia por onde andava e parecia ter palpitações na barriga..
não conseguia ve-lo assim durante mais tempo e à tarde levei-o a oeiras, ao vet dele, para ser visto e apalpado e essas coisas todas..

a coisa começou bem..com os resultados do exame de despiste da doença adrenal, que já tinham chegado das americas e que acusaram positivo...
só não me caíram os tomates quando o vet me disse que ele tinha a doença, porque não os tenho, e no fundo, já esperava aquele resultado..

a boa noticia é que foi detectado muito cedo, a má noticia é que mesmo assim, o melhor a fazer é operar e extrair as glândulas. a outra solução era levar injecções todos os meses até ao fim dos dias dele, mas sem resultados garantidos, e com um preço a pagar mais elevado..
e ele podia viver com a doença? até podia. mas não quero o meu furas careca e em pele e osso..não, aquele peludo é demasiado precioso!

depois foi examinado. o gajo até parece que gosta daquelas apalpadelas todas, pois nem se mexe. depois o vet teve a ver o rx que tiramos na terça, e decidiu fazer analises ao sangue. mais uma anestesia..a 3ª num mês :(

quando acordou da anestesia, deu duas voltas ao gabinete, escolheu o canto que mais lhe agradou, e pimbas, sai um belo dum biscoito fumegante pra mesa 5! o primeiro que vejo desde o fim-de-semana!
não sei se foi a coisa que se compôs por obra e graça do menino jesus, se foi o malte que lhe demos, se as massagens que levou do vet, mas desentupiu..

aparentemente, tá tudo dentro da normalidade.. não se entende a falta de vontade de ir à casa de banho ou a apatia/desorientação que ele tem tido (a não ser que sejam já sintomas da doença adrenal)... é esperar e reportar qualquer comportamento mais estranho... o que vale é que sejam nove da manhã ou nove da noite, o vet está contactavel..

11 comentários

Comentar post

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D