Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

Lost in... Monsanto

Abril 16, 2012

ele há coisas incríveis.. mesmo a viver a uma dúzia de km's de distância do parque de monsanto, tanto eu como o hóme nunca tínhamos lá posto os pés.

 

no sábado fomos a alfragide e quando passámos por lá, o assunto veio à baila. decidimos que estava na altura de resolver essa questão de uma vez por todas. e que desculpa melhor para fazer uma caminhadazita!

 

quando chegámos a casa fui ao wikiloc cuscar os trilhos. encontrei distâncias para todos os gostos:

 

6km.. meh, demasiado curto;

9km.. curto. 9km são duas horitas a andar, nem chega a cansar;

13km.. not bad, mas..

 

..18km. à patrão!!

 

coisa para nos deixar de rastos durante três dias (not kidding)!

 

então no domingo, mesmo com a ventania desgraçada que estava, pegámos em nós e fomos fazer o tal percurso. devíamos estar com a cabeça enfiada no cú porque eram quatro e meia da tarde quando começámos. tendo em conta que íamos palmilhar pelo menos 4 horas, era certo que a noite caía connosco ainda metidos no meio da mata e não tinhamos a lanterna. oh well, não havia de ser nada. bring it on, bitch!

 

monsanto não é assim tão grande como tudo isso, mas o tipo que criou aquele percurso certificou-se de fazer render ao máximo todos os caminhos existentes no parque, fossem eles de asfalto, terra batida, circuitos de manutenção ou single tracks. bastante diversificado e nada aborrecido, subidas e descidas qb. foi sempre, sempre a andar!

 

o parque é fixe, mas tem um "pequeno" problema: o ruído. ouvem-se motos, carros, comboios e aviões. quebra a experiência de contacto com a natureza quase por completo, uma pena, porque há lá espaços mesmo convidativos à ronha.

 

aguentei a coisa bastante bem, mas aos 15km já me estava a custar.. e a anoitecer!

 

ainda nos faltavam 2km e já começava a ser dificil ver por onde metiamos os pés, os tropeções nas raízes das árvores e nas pedras começavam a ser frequentes e nada saudáveis.. e de repente, eis que surge a estrada que passava pelo estacionamento onde tínhamos deixado o carro. JOY!

 

o marido (que já vinha a coxear por causa dum joelho rombo) deu a má noticia de que ainda faltava cerca de 1km para terminar o percurso.. humm.. 

 

1km ou 100m até ao carro?

 

morta como já vinha, quis cagar pró que faltava do percurso.. já não andava, arrastava-me e naquele momento o carro pareceu-me um oásis no meio do deserto :D

 

mas foi uma bela duma caminhada! mais destas virão \m/

4 comentários

Comentar post

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D