Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Fiesta for two!

Maio 17, 2012

da última vez que fomos ao chili's não veio guacamole e desde então que o hóme não pára de falar em guacamole.. não sou grande fã, e por muito que goste de ir ao chili's, duas vezes num mês é um rombo desnecessário.. então comprámos abacate!

 

realmente, aquilo não tem nada que saber.. basta espapaçar o abacate e juntar-lhe um bocado de pico de gallo.. e como eu estava com pouco apetite a picar aquilo tudo à unha, cortei aos bocados e enfiei no food processor. o resultado não ficou lá muito elegante, mas bolas.. nunca antes tinha feito pico de gallo tão rápido :D

fiquei com a sensação que por ter feito aquilo assim, os sabores ligaram melhor, tava mesmo bom! 

entretanto o marido roubou-me um bocado e preparou o guacamole..


Untitled 

...e foi o acompanhamento da sopa!

Lulas com sabor a Índia

Maio 07, 2012

não sou grande fã da aarti sequeira (sécuérah muhahah) mas ontem apanhei-a no foodnetwork a fazer uma mixórdia com lulas grelhadas que tinha muito bom aspecto.

 

ora cá em casa lulas grelhadas são um clássico e como fãs de especiarias que somos, achei que era de experimentar a marinada da tipa. não a segui à risca, porque faltava-me uns ingredientes, e decidi substituir as nectarinas por ananás abacaxi e a rúcula por alface.
o acompanhamento deixei a cargo do hóme, que decidiu-se a experimentar fazer arroz pilau. team work FTW!
 

(se consegues a ler esta frase estás a perder o slideshow das fotos no blog)


apesar do prato ser a modos que "experimental" e de ter sido um bocado feito à pressa (já era bem tarde quando nos metemos na cozinha), o resultado foi espectacular. a repetir :D'

Pink soup - your argument is invalid!

Março 13, 2012

de modo a simplificar um bocadinho os jantares, costumo a fazer uma tachada de sopa (ou creme) no inicio da semana. sabe muita bem chegar a casa e não ter que cozinhar, basta aquecer a sopita e depois acompanhar com sandes, ou tostas/bagels com requeijão, ou bruschettas.. o que calhar!

para não deixar que a monotonia da sopa se instale, todas as semanas faço uma com um ingrediente-chave diferente. alterno entre abóbora, courgette, espinafres ou nabiças, feijão, feijão verde e cenoura, couve, etc etc.

...mas ontem fizemos algo especial: creme cor-de-rosa!

a ideia surgiu há umas semanas atrás, numa discussão no facebook com a sara do sô ramalho
é muito simples: fazer um creme com ingredientes brancos (batata, nabo, cebola ou alho francês, couve-flor) e depois juntar-lhe um bocadinho bem pequenino de beterraba para tingir o creme!

(aposto que não há ninguém no mundo que não saiba fazer sopa, mas cá vai o meu processo)

 

(se consegues a ler esta frase estás a perder o slideshow das fotos no blog)

 

hei-de voltar a fazer, a ver se consigo um tom de rosa mais bonito he he he

♥ scones

Março 04, 2012

epá, é que gosto mesmo. especialmente quentinhos, acabados de sair do forno, besuntados com doce.. tão booooooom!!
 

doce de framboesa ♥

 

não sou muito amiga de fazer bolos, mas scones, é a qualquer hora do dia. já tenho deixado a massa feita à noite para na manhã seguinte mete-los no forno (é isso ou compra-los congelados) para o pequeno-almoço dos dias de semana.

 

deixei de seguir receitas e passei a fazer tudo a olho, junto meia dúzia de ingredientes , amasso e siga pró forno. não costumo fazer grandes quantidades, que para nós dois, mais do que 4 é desperdício (se tivesse microondas podia aquece-los mais tarde, mas prefiro racionar as quantidades e não fazer a mais)..

 

..e hoje o marido fotografou o processo!
 

(se consegues a ler esta frase estás a perder o slideshow das fotos no blog)

(passar o rato por cima das fotos para activar a navegação)


fácil, rápido, delicioso!!

ficam melhores quando a massa repousa, mas eu tava esfomeada, queria era ataca-los o mais rapidamente possível :D'''

O FoodNetwork tá a dar cabo de mim!

Fevereiro 24, 2012

devoro aquilo e depois fico cheia de vontade de m'ir agarrar aos tachos.. já nem me lembro quando foi a última vez que o marido fez o jantar sozinho!

 

então hoje fomos ao supermercado do el corte inglés buscar um pimento pró hóme fazer arroz de peixe para o jantar, e aproveitar para ver se tinham lá ingredientes rebuscados daqueles que os vejo usar nos programas, tipo buttermilk, sour cream, ervas frescas esquisitas e especiarias etc.. para fazer umas experiências.. e tinham... e eu trouxe \m/

 

a meio do passeio, o marido lembrou-se que tinha almoçado arroz de pato e de repente já não lhe apetecia jantar arroz de peixe. queria carne!

mas carne foi o meu almoço... 

 

fomos espreitar o marisco e decidimos a ementa: shrimp skewers!
o bobby flay faz umas bem fixes :D 

 

o marido arranjou o camarão e eu afoguei-o uma marinada de azeite, limão, alho, piri-piri, ervas e sal. como acompanhamento saiu cebola e cougette. costumo unir vegetais com palitos porque torna-se mais fácil virá-los na chapa. fatia a fatia é uma seca.
 


enquanto o camarão ensopava a molhanga, fiz o dip sauce: sour cream (que é basicamente iogurte natural sem açúcar), endro fresco, limão, sal e pimenta. mil vezes mais fresco (e melhor) que maionese!
 


seguiu-se o processo de montagem das espetadinhas e siga prá chapa quente!
 


simples, rápido e resultado delicioso, o marido até sopas no molho com pão fez :D
 



e para terminar o repasto, uma sobremesa de iogurte grego, mel (de alecrim) e nozes. não é preciso dizer o quanto guloso isto é pois não?



tou completamente fã de iogurte natural grego :D'''

e mais uma vez, fui eu quem preparou o jantar!
a fussanguice é tanta que daqui a nada tenho o homem chateado comigo porque não o deixo cozinhar muhahahaha oh well, sobra-lhe a loiça e as fotos 

mais fotos do petisco por aqui

A canjinha do marido!

Dezembro 23, 2011

à cause de ter levado com AC gelado nos costados durante umas horas, fui apanhada por uma contipaçãozeca daquelas de trazer por casa, mas que ainda assim, chateiam. vai daí, ontem à tarde tava assim um bocado esmorecida, queria era sopas e descanso, a ver se a porca se sumia.

 

não tava com grandes ideias nem apetites para o jantar, então lembrei-me das canjinhas reconfortantes que o marido faz, quando ando avariada do estômago.

 

era isso mesmo, uma canjinha!
 

e o marido, que é um bom marido, acedeu ao desejo prontamente!

 

soube-me pela vida, de tão boa que estava. enquanto me alambazava com o caldinho delicioso, prometi-lhe um post em honra da canjinha dele!

é um prato que toda a gente deve saber fazer (menos eu que nunca fiz :D), mas ele merece he he he

 

cá vai!

 

segundo o marido, para 4 taças:


- +/- 2 litros de água; 

- 3 ou 4 pernas de frango (depende do tamanho);

- 1/2 chávena de chá de arroz ou massa pevide;

- 1 cenoura;

- 1 cebola;

- 1 colher de sopa azeite;

- sal a gosto;

- hortelã;

 

ele diz que faz tudo a olho, e é qualquer coisa como isto: 

 

pega num tacho e põe a água ao lume;

corta as patas das pernas de frango para fora, e dá-lhes uns golpes;

corta a cebola aos bocados e mete dentro da água a ferver;

tira a pele da cenoura, e corta-a como quem afia um pau para dentro do tacho;

junta o frango, um bocado de sal, o azeite e mexe tudo.

passado um bocado, tira as pernas, e põe a massa ou o arroz;

entretanto tira as peles ao frango, desfia e volta a por no tacho; 

mexe de vez em quando, e ajusta o sal, se necessário;

um bocadinho antes de apagar, junta um raminho de hortelã e tá feito!

 

nota do chefe: diz que não controla tempos, vai provando o caldo e trincado a massa (ou arroz) para saber quando está pronto.

 

é sabe mesmo bem quando estamos meio afanados :D

Pasta à lá frigo

Fevereiro 27, 2011

uma das coisas mais surpreendentes que aconteceu no ano passado foi ter começado a gostar de.. massa!

 

pois é.. passou de algo que me dava a volta ao estômago a um repasto confortável e indispensável...ainda tou pa descobrir como é que isto aconteceu lol

 

comecei imitar os restaurantes de fast-food em casa. cena simples: wok, fio de azeite, ingredientes, molho e pasta!

 

DSC_0921

descobri que é uma óptima receita pra acabar com os restos dos vegetais que se vão acumulando no frigorifico: cebola, pimento, courgette, beringela, brócolos, alho francês, espinafres, etc etc
claro que as possibildades são infinitas: camarão, fiambre, ovo, frango, salmão, whatever.. qualquer coisa vai bem com massa lol


o molho de tomate faço na hora: um refogado com tomate e cebola, temperado com manjericão, pimenta e sal e tá a andar de mota! 


a pasta, costumo comprar da fresca. sabe-me muito melhor que a desidratada e nem por isso é cara (0.79€ para duas pessoas, no pingo doce). e só leva 3mn a cozer. maravilha!

 

não ponho queijo porque fica mais enjoativo e corta o "saudável" da coisa. o marido costuma polvilhar com orégãos e picante :)

DSC_1010

 

nhaaaaaaaam :D''''''''

Épica panela de couve!

Novembro 02, 2010

andávamos há semanas.. wait.. meses com vontade de comer um cozidinho à portuguesa, mas a coisa não se tem proporcionado, até porque não conhecemos nenhum sítio aqui perto que tenha disso..

 

...vai daí, que já a desesperar, decidimos arriscar e fazer o nosso próprio cozido!

era coisa que nunca tinha experimentado a cozinhar pois sempre me pareceu um prato altamente complexo e que não está ao alcance de qualquer um... o pior que podia acontecer era termos que mandar vir uma pizza lol

 

parecia demasiado simples para dar certo: duas couves (lombardo e coração de boi), duas batatas doces, três cenouras e um nabo cortados aos quartos, enchidos qb (farinheira, morcela e chouriço) e um bocadinho de entremeada. tudo para dentro da panela com um bocado de azeite e água. quando estava quase pronto, levou uma lata de feijão branco lá para dentro.
juro que não levou mais nada...nem sequer precisou de sal!

 

quando começamos a comer nem queria acreditar. estava pura e simplesmente delicioso!!
demos conta da panelada em menos de nada, até me custava a mexer quando terminamos hihihi

 

a receita tá *um bocado* aldrabada é verdade.. não usamos carnes dignas desse nome, o feijão branco lá dentro deve ser uma blasfémia, mas achamos que ia ficar bem (e ficou!!), e nem chegamos a fazer arroz.. mas hey, mas tava bom, muitíssimo bom e isso é o que interessa =D

 

damn proud of myself!

Experiências na cozinha

Outubro 12, 2009

hoje fizemos o nosso primeiro prato vegetariano bem sucedido!

moussaka vegetariana!
(...ou qualquer coisa parecida)

a dica veio do pingo doce. costumamos trazer aqueles folhetos com receitas e achamos que a de moussaka (atenção, é um pdf) tinha bom aspecto.
como eu ando com umas certas dificuldades em comer carne, decidimos substituir a carne picada por soja granulada, e fazer aquele molho um bocadinho mais substancial, tipo bolonhesa!

acabamos por cagar pra receita fazer aquilo tudo a olho. nunca tinha usado soja para fazer fosse o que fosse (rebentos não contam), e apesar de não me ter ajeitado nas quantidades (hidratei soja a mais), a coisa correu relativamente bem.
depois o resto já se sabe, refogado com mais cebola menos cebola, mais tomate, menos tomate, a juntar pimento, cogumelos, cenoura que não constava na lista e especiarias...mas da próxima, meia malagueta chega, que fiquei com a boca a arder e bebi meio litro de agua ao jantar :P

depois da bolonhesa pronta, fatiei e grelhei ao de leve duas beringelas, enquanto o marido fez o molho bechamel. montamos aquilo às camadas, e no fim vá queijo para cima!
(no fundo é uma receita lacto-vegetariana, já que leva leite, tanto no bechamel, como no queijo..)

meia hora de forno a 160º depois, tava pronta!
o resultado assemelhou-se mais a uma lasanha que outra coisa qualquer.
o molho bolonhesa com soja fica porreiro, quase que não se nota a diferença, e a beringela a substituir a pasta também funciona bem.

a repetir!

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

drop me a line: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D