Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

On tour III

Setembro 13, 2012

portanto, tivemos que nos ir abastecer de galochas e ponchos para a chuva muhahahah awesome!

 

por acaso a decathlon tem uma ferramenta no site que se revelou ser de extrema utilidade: consultar stocks. descobrimos que a loja do montijo reunia todo o material que precisávamos e SIGA que não há tempo a perder!!

 

como íamos só de fim-de-semana para a lama zurique, quisemos ir o mais leve possível. então cada um levou uma mochila às costas com o mínimo necessário: basicamente roupa interior e roupa para usar no festival - às contas disso, andei 3 dias com a mesma roupa. fuck yeah!!

 

nem a nikon foi, levámos a velhinha canon 510 point'n shoot (aka SUGA-PILHAS-FILHA-DA-MÃE!) havia de servir. espero mesmo que a câmera do próximo iphone seja decente, para não ter que comprar uma compacta nova para estas coisas..

 

e de repente, era sexta! 

largamos o cascas na garagem em lisboa (avença ftw!!) e fomos experimentar a nova estação de metro do aeroporto. o check-in tinha sido feito online na noite anterior - que maravilha de invento - por isso távamos na boa.

 

o voo para madrid partia de lisboa ao meio dia e meia à uma e vinte. eu tinha o modo histérico ligado, não parava quieta na zona de embarque. volta e meia aprochegava-me do marido, que guardava pacientemente o nosso lugar na fila, e guinchava-lhe "tienes sus papeles??".. os aviões dão comigo em maluca :D

iberia Untitled 

 

porque o voo saiu atrasado de lisboa e porque demoramos quase meia-hora a tentar chegar a alguma conclusão sobre onde ir em madrid e que bilhete de metro comprar, e onde estão os cacifos para deixar as mochilas, ficamos com cerca de 3 horas para veranear na capital espanhola.. e ainda tínhamos que almoçar.

 

saímos no fim da linha de metro do aeroporto e tava a andar de mota. acabámos por não ver nada de especial na cidade, demos apenas umas voltas ao quarteirão financeiro. madrid parecia um forno. tava um calor desgraçado, daquele *bem* seco.. fomos ao el corte inglés (gigantesco) lá da esquina e depois voltámos a barajas. 

madrid-barajas

 

chegámos lá quase em cima da hora, mas como o check-in do voo número dois do dia também já tinha sido feito, foi chegar e embarcar.. e às oito da noite estávamos a levantar voo para o destino final.. UUUUUH UH!

 

como a visita a madrid foi tão pobrezinha, ficou prometida nova incursão em breve.. afinal de contas, está aqui tão pertinho :D

O dia em que Almada foi notícia..

Dezembro 07, 2010

tavamos nós  a almoçar quando reparamos no que se passava na tv. estava a dar um directo no jornal da sic onde se lia na legenda: "avião deixou cair peças em almada..."

 

WTF?

 

tentamos perceber, a muito custo, porque o cameraman teimava em só fazer close-ups na traseira de um dos carros sinistrados e na repórter e não deixava ver nada em redor, até que às tantas lá deu para perceber: era numa rua que utilizamos com frequência, quando vamos ou voltamos da garagem, qualquer coisa como a 300m de casa (em linha recta). mais tarde li nas noticias que houve peças que caíram numa outra rua, mesmo aqui ao lado..

houve alguns danos materiais, felizmente nada de muito grave. não passou de um valente susto, que por sorte não teve consequências piores..

 

não é coisa que me deixe particularmente descansada, viver debaixo de duas rotas aéreas tão movimentadas quanto estas... às vezes quando os vejo a aproximarem-se, pergunto-me qual será o dia em que aquilo dá em merda. hoje foram uns "destroços" (ou peças, segundo os jornalistas), mas nunca se sabe quando não será uma das turbinas, à lá donnie darko :P

adenda: segundo o i, houve bocados a cair na fonte luminosa..yep, mesmo à porta de casa..medo!

Férias... a viagem!

Junho 30, 2010

então a viagem foi marcada para a segunda semana de férias, para dar tempo aos preparativos. 
entretanto aproveitei para absorver todo o tipo de informação necessária sobre a viagem e o destino para tentar minimizar as falhas, já que era a primeira vez que nos metíamos neste tipo de aventura.

a primeira semana de férias foi passada não só com os preparativos da viagem, como também a resolver questões burocráticas, coisas relacionadas com a casa (obras nos tectos e cozinha),  tirar o cartão do cidadão e ainda houve tempo para consultas médicas, depilações e manicuras. tinha uma checklist brutal e consegui fazer quase tudo :)

como somos umas pessoas muito descontraídas, começamos a fazer a mala lá prás 2 da manhã de domingo... a 8 horas da saída para o aeroporto. quando aterrei na cama eram 5 da manhã..mas não fazia mal, quanto mais sonolenta tivesse, maiores eram as hipóteses de dormir no avião...ou pensava eu lol

bom, às 10 da manhã os cunhados, que se tinham voluntariado para nos levarem ao aeroporto, chegaram. hora de nos por a mexer!!

chegamos ao aeroporto e fomos procurar o balcão de check in. quando lá chegamos, ia-nos dando uma coisa má por causa do tamanho da fila... tínhamos à vontade mais de duzentas pessoas à frente.... e a fila ainda engordou bastante atrás de nós..basicamente chegou toda a gente cedo, que era para conseguir lugares bons no avião :P

eu, que normalmente até sou uma gaja calminha comecei a stressar por vários motivos. era o voo que se aproximava, era a fila (que por acaso até andava bastante rápido), era o facto de nunca ter usado o passaporte antes, era o facto de ainda não termos ido trocar o guito para levarmos, enfim..

cerca de meia hora depois chegou finalmente a nossa vez. apesar daquela gente toda à nossa frente, ainda conseguimos lugares à janela hi hi hi
bom, já não nos restava muito tempo para ir tratar dos câmbios, e quando fomos atendidos, ficamos a saber que só tinham notas de 100 usd e eu achei melhor não trocarmos. ainda nos sugeriram trocar logo para pesos dominicanos, mas eu a ver o tempo a escassear, disse ao marido para desistir, que levávamos euros e trocávamos lá (primeiro erro, devíamos ter levado logo pesos).

depois corremos para a zona de embarque, que ficava bem próximo do cú de judas...bolas se o aeroporto é GRANDE!
e eu cada vez mais nervosa por causa do voo, e a amaldiçoar-me por não ter arranjado calmantes..

assim que chegamos começa a formar-se fila para o embarque. dali seriamos transportados por bus até ao A330 que nos ia levar a punta cana. como estávamos no primeiro bus e o marido é um lambão, foi o primeiro a entrar no avião!

entretanto, os nossos lugares à janela tinham que ter coincidido com o centro da asa... que fail, logo eu que detesto ver a asa do avião a agitar-se :P
o avião encheu num instante e quando demos por nós, estávamos na fila para a descolagem. tínhamos três aviões à nossa frente e aquilo foi engraçado porque, aterrava um, levantava outro, aterrava um levantava outro, até que chegou à nossa vez. 

já no ar, fomos informados sobre o filme que ia passar, o... avatar! ugh...

anyway..não sei se por o avião ser maior que os outros dois que já tinha andado, se por estar sentada ao centro da asa ou lá o quê, quase nem dei que estava no ar. praticamente não tremeu, e as sete horas e quarenta minutos de voo passaram-se rápido, entre o avatar e o 500 days of summer (que não ouvi, só vi, assim meio a dormir), as estatisticas de voo, as duas refeições a bordo, e a máquina fotográfica.
o gajo devia ir a voar bem alto porque desta vez, as nuvens tavam lá tão em baixo..tava um bocado de frio, mas os gajos deram uma mantinha e uma almofada a cada pessoa, o que ajudou bastante.

A330 almoço o bixo que nos levou pro "paraiso" aeroporto de punta cana

o meu nariz é que continua a não gostar do a/c dos aviões.. mas descobri o santo graal das viagens de avião: TAMPÕES PARA OS OUVIDOS!! omg, que grande invenção :)

a diferença horária da republica dominicana e portugal é de 5 horas e eu estava excitadissima por experienciar jet lag pela primeira vez na vida. fomos sempre em direcção ao sol, quando lá chegamos eram cerca de 5 da tarde, mas 10 da noite no meu relógio biológico :)

e eis que finalmente o avião aterrou no aeroporto internacional de punta cana. as portas abrem e a malta começa a sair. mal pus o nariz de fora levei com um bafo de calor BRUTAL!!

foi um choque térmico tremendo!! quentíssimo e abafado, apaixonei-me imediatamente por aquele calor. ainda não tinha descido a escadaria do avião e já estava a suar como uma porca muhahha

à entrada tiraram-nos logo uma foto acompanhados por duas mulheres em trajes típicos (primeiro indicio da chulice pegada que aqueles moços fazem aos turistas, pois se a quiséssemos, tínhamos que arrotar 10 eur/usd..), depois foi entregar os vistos de entrada (o que raio era aquilo que tivemos que preencher) e pagar 10eur (podia ter sido em dólares, que ficava mais barato, já que eles não ligam ao câmbio :P) cada um, carimbar o passaporte, recolher a mala, e ir à procura do nosso transfer.

já no transfer ficamos a saber que éramos o único casal do voo a ficar aquele resort.. o que não é propriamente dito, reconfortante..

(to be continued...)

O regresso!

Novembro 25, 2009

então o regresso foi feito num A320, mais pequeno que o outro, mas mais moderno, jeitosinho, e principalmente, mais silencioso. o interior era diferente, tinha apenas duas filas de três bancos, assemelhava-se bastante com um autocarro de luxo..isso mesmo, um autocarro luxuoso com asas!

tava toda contente porque era dia e íamos ver o mundo debaixo dos nossos pés, e como estava nuvens, devia ser alta espectáculo!

de facto, a paisagem lá em cima é impressionante.. as nuvens são absolutamente lindas! têm formas espectaculares, e parecem tão, mas tão fofinhas, dá vontade de andar aos saltos em cima delas. e transmitem uma paz incrível...

ponta delgada

..o problema é que, parece que também significam turbulência, que o avião fartava-se de abanar quanto passava por dentro delas.. e ter ficado sentada novamente perto da asa não ajudou nadinha, porque as asas tremem...e de que maneira!
parecia que aquilo se vai desconjuntar tudo a qualquer momento...e como tenho uma imaginação demasiado fértil, começava a imaginar os rebites a saltarem, depois a chapas a se soltar e irem pelos ares..pronto, não preciso continuar, né?

as tantas, já tava tão nervosa que sentei-me muito quietinha no banco, a tentar controlar a ansiedade.. claro que não era possível com um marido a apontar lá para fora e a dizer "aíííí!! eh eh eh olha lá! tá a tremer buééééé!" tive que o mandar calar...só pensava que preferia estar mil vezes num comboio lol
é que de dia, conseguimos ter a noção que não há nada debaixo dos nossos pés..ou melhor, há, mas está vertiginosamente abaixo...

quando finalmente o avião estabilizou a altitude estava um manto branco por baixo de nós. não se via nada, apenas o azul do céu. bom, ficamos sem vista, mas pelo menos deixou de tremer.



pouco depois da refeição (que eu não consegui comer (sandes de bacon e queijo, blergh), fomos informados que iamos começar a descer. já não se via quase nada lá fora, e só se voltou a ver já muito perto do chão. por baixo de nós caía uma chuvada horrorosa..

a aterragem correu bem, e minutos depois estávamos a correr para o autocarro.
dali saímos para o terminal principal do aeroporto e ainda levamos umas secazinha à espera da mala, que nunca mais aparecia. a recolha de bagagem ali é toda xpto, as malas vêm do chão he he

..e pronto, finalmente saímos do aeroporto pela porta da martini. feels nice! :)

a parte boa de não ter achado tanta piada desta vez vai fazer com que não ande prai maluca para me voltar a meter num avião...claro que quando tiver que ser, é!

uma coisa é certa, passeio a olhar para os aviões com outros olhos, até o barulho que fazem parece-me diferente, acho que lhes ganhei ainda mais repeito, são grandes máquinas mesmo!

omg, como é que me estava a esquecer deste excelente diálgo que aconteceu lá nas alturas:

eu: chateias-te por eu querer ficar sempre com o lado da janela?
marido: não, mas às vezes podíamos trocar..
eu: hum...tão pra próxima marcas o banco à minha frente, assim podemos ir os dois à janela!

...lindo!

065 - Viajar de avião (o cessna não conta)

Novembro 18, 2009

YAAAAAAAAAAAAAY!!!

se há coisa que sempre quis fazer, foi andar de avião.... mas porra, tava difícil!

...e se não fosse esta oportunidade, que surgiu assim do nada, sabe-se lá quando teria sido :P

anywoo, sabem aquelas situações inesperadas, tipo, quando o vosso marido chega a casa e vos informa "mor, provavelmente para a semana tenho que ir aos açores em trabalho e a empresa sugeriu que fosses comigo.."? tipo.. UAU?!

claro que sim!

a coisa confirmou-se na segunda à noite e quarta às seis da tarde (isto, na semana passada), tava no terminal 2 do aeroporto de lisboa a fazer o check-in. tava tão excitada como uma pessoa que nunca tinha andado de avião (digno desse nome) antes podia estar! lol
pareciamos uns saloios, pois não estavamos familiarizados com aqueles procedimentos todos de check-in e controlo de embarque, e os seguranças não estavam de muito bom humor, mas pronto :P

às 18.15 os passageiros do voo S4 129 para ponta delgada foram chamados para o embarque. tava quase, quase... a excitação aumentava ao minuto!

fomos de autocarro até perto do avião. não fazia ideia daqueles procedimentos na pista do aeroporto, a agitação é tanta, mas tanta, que tem que ser tudo muito rápido e organizado.

...e eis que lá estava ele, o avião que nos ia levar para a ilha de são miguel!

um airbus A310-300, baptizado de macaronesia, que não sendo um dos maiores, também não é propriamente dito pequeno. tem 46 metros de comprimento e capacidade para cerca de 220 pessoas.. impõe um certo respeito, portanto!

levei foi logo um raspanete de uma hospedeira porque me pus a tirar fotos e não podia, bah..

...e finalmente entramos!!
o interior assemelha-se bastante a um intercidades ou alfa-pendular, apenas mais largo, com uma fila central de bancos e janelas minúsculas. custa a acreditar que aquilo se eleva tão alto nos céus. se há coisa que sempre me intrigou é como é que eles põem estes monstros a voar he he he

depois do pessoal todo sentado e de cinto posto, os motores começaram a trabalhar e começou-se a notar um pivete a combustível queimado que não era brincadeira. entretanto as hospedeiras começam a exemplificar os procedimentos em caso de emergência. muito giro, mas não prestei atenção nenhuma lol

minutos depois, os motores começaram a ganhar força e finalmente o avião entrou em movimento, posicionando-se na pista para descolagem. tremia um bocado, pareceu-me um tanto ou quanto frágil...e barulhento..omg, nunca imaginei que os aviões fossem tão barulhentos lá dentro :P

é quando ele começa a ganhar velocidade e a largar o chão que o estômago começa a dar de si. tava tão excitada que parecida que o coração me ia saltar do peito lol
também foi a primeira vez que o marido andou de avião, foi muito mais fixe assim porque estávamos ambos a partilhar a mesma experiência hi hi hi

a vista é brutal, apesar de ser noite. as ramificações luminosas que denunciam povoações e o recorte da costa, tão lindooo..mas foi sol de pouca dura, pois minutos depois, e durante duas horas, a única coisa que se via eram as luzes de sinalização das asas.

o voo é sempre sobre o oceano para depois aterrar num pedacinho de terra perdido a meio do atlântico, um bocado assustador, quando se pensa nisso he he
e para ajudar à festa, o comandante informou cordialmente os passageiros de que "estamos a voar a uma altitude de cerca de 36 mil pés (11km) e a 900km/h"...omg...OMFG!!

entretanto, foi-nos fornecido o "kit" do jantar: uma sandocha de frango, que eu nem por isso gostei, sobremesa e bebida..de facto as refeições a bordo são assim pro deprimente lol a unica coisa que gostei foi do chá que serviram logo a seguir ao "jantar" :)

o ar condicionado é que me estava a assassinar as vias respiratórias..isso e a barulheira infernal, e mais os estalos nos ouvidos por causa da pressão..chiça!
ah, e não fiquei nada impressionada com o wc, tive medo de ser sugada pelo buraco da pia lolll

o voo foi um bocado turbulento, a dada altura fomos avisados para apertar os cintos, não achei lá muita piada a esta parte..provavelmente é normal, eu é que não tou habituada àquelas andanças.

o mais surpreendente, é o que parecia ser uma seca de duas horas, passou num instantinho...entre tirar o mac para fora, fazer uns videos com a nikon, começar a escrever este post e comer qualquer coisa, passou num instante..é que nem peguei no livro lol

aterramos à hora prevista no aeroporto de ponta delgada, com o bónus de termos ganhado 1 hora devido à timezone  hihihihihi

e pronto!
para alem de ser a primeira vez que voei a sério (desta vez não saltei de lá de cima lol), também foi a primeira vez que estive tão alto, andei tão depressa, afastei-me tanto de casa, e estive num uma ilha...foi uma sensação excelente!
 

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D