Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

A visita

Agosto 16, 2021

os nossos vizinhos chineses fizeram-nos uma visita inesperada… e foi uma experiência fascinante!

o…k… o que é que vizinhos irem a casa uns dos outros tem de fascinante mesmo? 🤨

contexto,

um casal chineses já com alguma idade decidiu vir viver para portugal, e compraram um apartamento no nosso prédio. ele já está reformado, ela (ainda) trabalha remotamente para uma empresa japonesa.

o meu homem é o english go-to-guy do porteiro. cada vez que é preciso safar um estrangeiro com alguma coisa relacionada com o prédio, é sempre convocado. (não sei se alguma vez disse isto aqui, mas) o homem é particularmente altruísta e está sempre pronto a ajudar naquilo que pode (e que não pode também).
na primeira interacção que teve com o tal casal, safou-lhes um stress com a companhia da electrecidade, e deu-lhes umas dicas para como navegar na burocracia (e espertice) das empresas tugas. e disponibilizou-se para ajudar naquilo que eles precisassem — long story short, criou-se ali uma relação engraçada. e volta e meia aparece-me em casa com chocolates e vinhaça.

outro facto relevante para este episódio é que não é habitual recebermos visitas cá em casa. se tivermos visitas 2 ou 3x por ano, é muito.

por fim, porque eu tenho andado feita troll das cavernas e não tiro o cú de casa, ainda não os tinha conhecido pessoalmente, apesar do homem andar sempre a dizer que eles andavam doidos para me conhecer. é verdade que já podia ter ido à casa deles montes de vezes, quando o homem lá vai, mas eu não sou essa pessoa lol

hoje foi o dia.

mas por acaso, não foi o melhor dia...

passo a descrever o cenário em que os recebi,

o homem tem estado de volta dum projecto DYI prometido à séculos, carinhosamente apelidado d’“a gaveta do lixo”, que vai servir para melhorar a organização do armário onde estão os baldes do lixo e reciclagem, assim como a minha vasta colecção de produtos de limpeza.

então, para além de caixas do ikea, umas por abrir e outras já abertas, sacalhões com o conteúdo do armário em questão, e ferramentas espalhadas por todo o lado, a casa tava… bom… uma pocilga!

a bancada da cozinha estava num estado caótico, o lava-loiças a transbordar de loiça suja, a mesa cheia de tralha, a sala toda desarrumada, roupa por cima do sofá, restos do pacote de uma encomenda que tinha acabado de chegar espalhados pelo chão, um monte de sapatos no tapete da entrada, e até os sacos do lixo da reciclagem… 😬

vinham em missão. entregar uma oferenda que tinham trazido do passeio matinal, e provavelmente conhecer-me muhahaha. bela primeira impressão 😆

“I’m SO SORRY for the mess” o homem anda a fazer obras e tal, desculpei-me, lívida de vergonha.

mas eles não pareciam minimamente incomodados com aquele caos.

mal entraram, sem perguntar, descalçaram-se e juntaram os sapatos deles à montanha de sapatos que já estava à porta. entraram-me pela casa adentro, descalços, e com uma naturalidade desconcertante, como se aquilo fosse habitual. normalmente as pessoas quando vêm cá a casa, parece que até têm medo de tocar nas paredes (se calhar até têm, porque se tocam o homem manda-lhes logo um mau-olhado) lol

VÁ LÁ que o chão não estava muito labrego!

andavam dum lado pro outro, sem se importar com a bagunça, curiosos com o que o homem estava a fazer, com os terraços dos apartamentos de baixo, com as gatas, com o estore (que está avariado no apartamento deles), com a "instalação" do AC portátil... basicamente, tudo o que lhes despertasse a curiosidade metiam o bedelho e faziam perguntas lol. e sempre numa animada algazarra entre inglês, chinês e japonês. ele fala pouco inglês, ela acaba por ter que traduzir muita coisa, mas aquilo que me deixou mais impressionada foi a fluência do japonês dela, parece nativa. cada vez que começava a falar, lá ia eu apanhar o queixo do chão.

são adoráveis, os nossos vizinhos chineses 😍

...mas espero que o timing da próxima visita seja melhor 😆

Oito ou oitenta

Março 04, 2021

passei de ser aquela pessoa que não abria a boca nas reuniões, por achar que não ia acrescentar nada de relevante... para ser aquela pessoa que está constantemente a interromper os outros, por achar que tem algo de relevante para acrescentar 😑

Se eu não fosse assim.. #8

Fevereiro 07, 2021

vou a dobrar a esquina do hall, aquele ponto de convergência de todas as divisões da casa, quando meu nariz é atingido por um cheiro ofensivo.

não consigo identificar exactamente a natureza o cheiro. tinha notas de fundo a chulé, mas não podia ser chulé pois não haviam sapatos ou meias nas imediações.. tinha um ligeiro layer a odor corporal de quem não toma banho há uma semana, mas nesta casa toma-se banho todos os dias.. também podia ser a cesto de roupa suja, mas o cesto da roupa suja reside noutra divisão da casa 🤔

uma das gatas tinha vomitado ali horas antes. poderia o local não ter ficado bem limpo?

"epá, tá a cheirar mal aqui.. temos que mandar aspirar e lavar o chão", informo o homem.

o chão foi aspirado, lavado, e até o tapete da entrada limpei. e o cheiro pareceu ter-se evaporado.

mais tarde torno a cruzar a esquina, e lá estava cheiro a pairar no ar outra vez... ca raio?? 🤨 viria de fora de casa?

entretanto fui-me deitar e não pensei mais no assunto. só que no dia seguinte voltei a notar o pivete, e no dia a seguir também. achei que tinha o nariz avariado. bom.. enquanto me cheirar mal é bom sinal, significa que ainda não apanhei a peste.

mas às tantas já me começava a chatear... até que ao arrumar os brinquedos que encontrei espalhados pela casa, na caixa dos brinquedos das gatas, dei com (o nariz n)o culpado,

toy

os dois peluches novos dos gatos!
uma doninha fedorenta e um unicórnio, recheados com valeriana 🤢

PQP é um preço muito alto a pagar para ver os gatos a alucinarem com aquilo. bom, ao menos fiquei a perceber a pancada que têm de fuçar na roupa suja, blargh!

mas realmente, faz todo o sentido que tenham escolhido uma doninha fedorenta para encherem com esta erva... já o unicórnio, não tou a ver...

Se ele não fosse assim... #40

Setembro 18, 2020

isa passou meia-hora a tentar enfiar umas tralhas numa caixa. por mais voltas que desse, não havia forma de caber lá tudo... entretanto o homem aparece.

"não dá!", admito, derrotada.
"dá cá isso!" responde-me, todo presunçoso.
"claro que tinhas de tentar... nunca acreditas em mim...", *suspiro*

5 minutos depois, com tudo arrumadinho na caixa, volta-se para mim com aquele sorriso labrego,

"nunca duvides do meu poder de encaixe..."

anos... anos de dedicação 🤨

Se eu não fosse assim.. #7

Agosto 17, 2020

há uns dias tive que ir comprar um par de havaianas novas, que o cãozito mais novo dos meus pais divertiu-se a roer uma das chinelas, e quando dei pela falta dela já era tarde demais. e já se sabe que verão sem havaianas não é verão.

ia lançada para fisgar umas da mesma cor, lilás, mas depois comecei a olhar para aquela panóplia de cores linda e a ficar assoberbada com tanta possibilidade de escolha... tava complicado até ter reparado numas cinzentas, e agarrei-me logo a elas. o homem continuava a vasculhar o expositor enquanto ia perguntando se tinha a certeza, se não queria esta ou aquela cor. ò amigue, eu por mim levava um par de cada cor, mas não pode ser..

e respondi-lhe num tom bastante determinado que, "não! quero as cinzentas, que é como tudo o resto na minha vida..."

mal o som da minha voz se dissipou no ar, ouvi uma risada abafada mesmo atrás de mim. espreitei por cima do ombro e vi a funcionária que nos estava a acompanhar meio atrapalhada, por não ter conseguido controlar a gargalhada sorrateira.

achei piada à reacção dela, afinal de contas eu disse aquilo no gozo e o homem nem sequer ligou, assim não se desperdiçou a piada. mas depois fiquei a pensar nas ambiguidades da vida. há uma grande probabilidade da rapariga ter interpretado o sentido figurado das minhas palavras, e deve ter ficado a pensar que a minha vida era "cinzenta”..

a cena é que o meu comentário não podia ser mais literal!

então, vejamos... a decoração da minha casa é predominantemente brancos ou cinzentos. o sofá é cinzento, mas todos os móveis são brancos. as cadeiras da secretária são brancas e cinzentas. todos os candeeiros são cinzentos. 90% do meu guarda roupa é branco, preto e cinzento. os lençóis são todos brancos, mas as toalhas são praticamente todas cinzentas (tenho algumas brancas). o wc, o tabuleiro e as taças da comida dos gatos é branco e cinzento, o tapete é cinzento. os computadores são cinzentos. tenho um gato cinzento. as únicas excepções são a loiça e o carro, porque de resto...🤨

Se ele não fosse assim... #39

Maio 14, 2020

tive que fazer uma devolução nas instalações de uma transportadora, ali prós lados do aeroporto.

..."tive" que é como quem diz, conduzi até lá! depois fiquei no carro à espera, enquanto o homem foi largar o pacote.

não tardei a começar a receber mensagens dele pelo whatsapp, muito provavelmente a stressar com qualquer coisa (como de costume).

como tinha o carro ligado, e o telemóvel ligado ao carro (para o android auto funcionar), recebi as mensagens no ecrã do carro e clickei no "play" para ouvir.

a primeira mensagem vinha escrita em português, e foi lida pela senhora brasileira do google,

"estes gajos estão-se a cagar para usar máscara"

ao ouvir a mensagem, em alto e bom som, a minha primeira reacção foi, “fooooda-se, o som tá buéda alto, deve ouvir-se lá fora!!!”

a segunda foi deitar os dedos ao botão de volume. só que não aconteceu aquilo que estava à espera... aparentemente não se consegue baixar o volume do assistente do google, eeeeeek!!!

mas mudei imediatamente de sintonia quando me apercebi que a segunda mensagem, "WTF" foi falada em inglês… OI? 

o assistente usa línguas diferentes consoante a língua em que vem escrita a mensagem?? 🤯 vamos já testar isto!! comuniquei ao homem a minha descoberta, e pedi-lhe para mandar mais duas mensagens, uma em português e outra em inglês.

calha que o conteúdo da primeira mensagem que ouvi dois minutos depois, não é apropriado para transcrever aqui (e o nível deste blog não costuma ser muito alto muhahahaha), mas eu ri-me que nem uma javarda, enquanto rezava para que ninguém estivesse a passar perto do carro naquele momento 🤣

a segunda dizia "you’re welcome" e atestava a minha descoberta :D

entretanto vem mais uma, e outra, e outra. eu só me ria, e nesta altura já estavam dois gajos num muro perto do carro. eu podia ler no telemóvel, mas continuava a ouvir pelas colunas do carro.

às tantas ele manda uma mensagem em espanhol, a ver se também pegava. E SIM, foi narrada em espanhol! LOL graças à la casa de papel ficamos bastante versados em obscenidades em espanhol, esta mensagem foi um prato. aliás, cada uma que chegava era melhor que a anterior.

por fim veio uma em japonês, narrada em japonês. tá brutal, sim senhora.

depois o homem lá conseguiu despachar a encomenda, e a diversão acabou. contou-me que me estava a ver a rir pela janela, e por isso não parava de mandar mensagens para mim ouvir, às quais eu respondia em texto. que sacanão!

Corona Shots #21

Abril 22, 2020

vou fazer uma confissão..

comprei papel higiénico sem necessidade 🤭

já não foi a primeira, nem a segunda vez que comprei papel higiénico por impulso.. e este nem sequer é do tipo que costumo comprar, prefiro rolos compactos de folha tripla. mas não resisti.. suspeito que foi por causa tom natural da cor.

tp
a verdade é que sou uma presa muito fácil para certos tipos de marketing, é dramático.. cenas ecológicas parece ser um dos triggers.

partilhei este desabafo com os colegas na nossa call diária. um deles sugeriu que era papel higiénico integral, enquanto o homem gozava comigo, a dizer que tinha comprado papel higiénico que já tinha sido usado. bom.. na descrição que está no site do fabricante diz, “fabricado com papel cru natural, maioritariamente proveniente da reciclagem de papéis já usados”.. pelos vistos estão os dois certos.

anyway.. não posso dar feedback sobre o papel porque ainda não está a uso.. espero que não me arranhe o rabo 😬

tp for my bunghole

O mundo deve tar pa acabar… #5

Fevereiro 02, 2020

o homem tem andado a papar novelas coreanas no netflix.. anda nisto há um par de meses, e já viu umas quantas. ocasionalmente vou deitando um olho à tv a ver o que se passa, mas fico sempre um bocado agoniada, que aquilo é só lamechices de ir ao grego (sem querer ofender quem gosta do género), e os actores, no geral, são mauzinhos.

depois de ter acabado uma particularmente estúpida, começou na mesma noite a ver outra. eu tava escarrapachada no sofá, ainda meio a dormir da sesta tardia, e apanhei aquilo no inicio. acabei por ir vendo, muito por preguiça de pegar no portátil ou no telemóvel para me entreter com alguma coisa. e fui vendo. e continuei a ver. no fim do segundo episódio estava agarrada 😬 eeeeeek...

o actor principal era muito bom, e tinha genuinamente piada. o resto do cast, salvo algumas excepções, também estava à altura. a história é muito, MUITO fixe!! e TÃO bonita 😍... mete medicina moderna vs medicina tradicional, viagens no tempo, história, e fantasia. as doses de drama e humor são muito bem misturadas, e a parte romântica da coisa acaba por ficar um bocado diluída naquela confusão toda, daí que nem por isso é muito lamechas. vê-se tão bem, que nem parece que cada episódio dura 1h e qualquer coisa. e são 16 deles.

acabou por ser um binge watch de proporções épicas. com o aproximar do final, depois de umas quantas ameaças, passamos o último episódio, os dois, a chorar baba e ranho em frente à tv lol

TMI

Novembro 28, 2019

para quem não sabe, TMI significa too much information.

logo, o titulo é sugestivo que vou partilhar informação sensível, que pode causar um certo desconforto.

agora tou só a empatar, que é para quem não gosta de ler TMI, ter oportunidade de fechar o blog sem o perigo de ler alguma coisa traumatizante..

ainda estão aí?

ok, mas depois não digam que não avisei..

suspeitava que a preguiça que acometeu a minha tripa fosse obra do comprimidinho do demo, mas... parece que estava enganada.

é que várias semanas depois de ter descontinuado a droga da felicidade ansiedade, eis que o trânsito intestinal regressa aquilo que sempre foi: pontual, diligente e produtivo!

YAY

posso andar com um humor terrível... mas ao menos tenho a tripa solta!

muhahahah eu avisei 🤷

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D