Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Mais livros!

Fevereiro 18, 2008

na semana passada fui à fnac buscar mais livros. trouxe dois em inglês. mais chick lit, ou leitura snack, como lhes chama o marido. estas edições em inglês são porreiras, gosto do formato dos livros e as capas são muito giras. peguei num da marian keyes sem olhar sequer sobre o que tratava e trouxe outro, que aposto que ia ter tudo a ver comigo se eu decidisse arranjar uma criancinha. ainda estive indecisa com mais uns quantos, que ficaram marcados para segundas núpcias.
entretanto, o da marian já o comecei a ler e é fixe, porque é sobre ela e a sua vida como escritora. e pronto, o meu desafio prossegue!

(ana, ainda tive com alguns livros da nora roberts nas mãos mas não sabia por onde escolher e decidi ler algumas reviews antes de me decidir qual trazer..)

ah, e ainda trouxe um guia do gêres muito porreirito, que quero lá voltar em breeeeeve e ir fazer umas caminhadas!

Duvidas existenciais

Novembro 19, 2007

lembram-se de eu aí há uns tempos postar sobre os livros da marian keyes, mais especificamente, sobre este livro?

comecei a ler o livro durante as férias, em agosto, mas acabei por não passar das cento e pouco páginas e depois foi ficando na mesa de cabeceira, até que no fim-de-semana passado acabei por pegar nele novamente. tive que voltar uns capítulos para me recordar da história e há um par de dias, cheguei à parte fulcral da história, que coincidia com o final da primeira parte do livro.

só sei que terminei essa parte lavada em lágrimas e sem saber se queria realmente continuar a ler o resto...

don't get me wrong, está muito bem escrito, cheio de detalhes, não é maçador, tem um bom sentido de humor, o inglês é perfeitamente perceptível... mas já se sabe que quando estamos a ler um livro temos a tendência para nos colocar no papel dos protagonistas, e o realismo que a autora conseguiu é assustador... mais assustador ainda quando se trata de um assunto tão sensível, duma coisa que me mete tanto medo, de uma coisa que nem quero pensar...

...tenho continuado a lê-lo, mas tá-me a custar um bocado :(

Outro post sobre livros??

Junho 20, 2007

(and all hell broke loose)

Durante a ida à fnac encontrei o último livro escrito pela Marian Keyes, intitulado "Anybody Out There?". E parece que este é o bestseller da autora!

É a versão inglesa. O livro em si tem metade do tamanho de uma edição portuguesa (assim como custa metade do preço), a capa (paperback) está muito gira, toda "glitterish"...ah, e tem 592 páginas, e letra miúda para compensar.. vou levar muito mais tempo a despacha-lo...

Quis traze-lo porque à velocidade que os outros são editados cá em Portugal, bem podia esperar sentada...

Ainda andei à procura do livro do Laurie que o Markl mencionou no blog dele mas não o encontrei..ké'dzer, podia ter perguntado por ele...fica prá proxima :)

Sushi para Principiantes

Junho 14, 2007

(atenção que esta é uma as raras ocasiões onde se vai falar sobre literatura por estas bandas)

Devorei este livro (por favor, não liguem à minha "montagem" ranhosa, que por acaso ficou grande demais, utilizando uma imagem roubada à webboom em vez de lhe tirar uma foto) entre o fim-de-semana passado e este feriado.
Tendo em conta que são quase 500 páginas, não está mal, não senhor!

(e não, não é nenhum livro de receitas ou coisa parecida)
 
Fazia parte do par de livros que comprei há umas semanas para entreter-me durante os fins de semana de campismo e dias de praia (que ultimamente têm andado inseparáveis). Ao contrário do outro, que foi um bela perda de tempo, este tem-me entusiasmado bastante. Tanto, que acabei com ele em três tempos hi hi

É literatura do tipo chick lit (que é como quem diz, leitura pa gaijas), e como que não há que ter vergonha em admitir certas coisas, eu gosto bastante de ler merdas dessas.
Não nos ensinam muito, nem por isso nos fazem reflectir em questões existenciais e afins, nem tem grande impacto em nós, mas divertem, fazem rir, e até conseguimos identificar-nos com certas situações, e eu gosto isso. Prontos!

São geralmente histórias sobre mulheres (ente os 20-30) e das suas peripécias no campo da carreira, do coração, das amizades, lifestyle, etc. Vivem em grandes centros urbanos, têm profissões sofisticadas,  e vidas atribuladas, cujo objectivo é alcançar a felicidade e realização pessoal, e estão dispostas a tudo para conseguir isso.
É, no fundo, a leitura ideal para praia...se bem que algumas destas histórias deram em filmes com bastante exito e tudo, por isso não podem ser assim tão desprezíveis, né? he he

Como gostei do estilo da autora, vou ver se desencanto mais alguns livros dela. Em Portugal só existem três editados, mas ela tem muito mais. amazon, aqui vou eu!

Mas esta não foi a primeira vez que peguei num livro da marian keyes.. No ano passado ofereci um outro dela, chamado melância, à madrinha-malvada. Ofereci-lhe porque a capa chamou-me a atenção, e pelo resumo achei-o divertido. Era enorme como este, mas aquilo até se lê bem. Não sei se ela chegou ao fim, mas se não chegou devia chegar...chegaste?

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D