Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Ai a prevenção, a prevenção

Outubro 30, 2019

vou ser mais uma que neste dia nacional da prevenção do cancro da mama, vos chagar a cabeça do quanto importante é manter um olho atento na saúde dessa parte tão bonita e tão cheia de simbolismo do nosso corpo, que são as mamas.

a prevenção [primária] consiste numa série de hábitos que podemos adoptar, para a baixar nosso risco de vir a ter cancro da mama. está mais do que provado que, excesso de peso, inactividade física, dieta pouco saudável e consumo de álcool e tabaco são factores que potenciam o desenvolvimento de vários tipos de cancro. a bem da nossa saúde, cabe-nos a nós, alterá-los.

isto não é novidade para ninguém, estamos cansados de saber isto, até porque se tornou numa fonte inesgotável de matéria para os meios de comunicação, especialmente os sensacionalistas, que produzem artigos sobre prevenção do cancro em barda.

não questiono, de modo algum, a importância da prevenção.. mas confesso que a minha experiência com o cancro da mama deixou-me um bocado sensível com este tema. agora quando me aparecem à frente artigos com títulos do género "10 alimentos que ajudam a prevenir o cancro" ou "alimentos anti-cancro", ou "15 hábitos que ajudam a reduzir o risco de cancro", para além de ignorá-los completamente, fico um bocado irritada..

irritam-me porque creio que este tipo de abordagem é demasiado ligeira, e não educa bem a população a respeito da doença (mas sintam-se à vontade para mudar o meu ponto de vista). uma pessoa faz tudo o que lhe dizem para prevenir o cancro, e no fim, é surpreendida uma sarna para se andar a coçar durante uns tempos. e depois a pessoa fica angustiada, a questionar-se o que é que raio andou a fazer de errado.. será que não comeu mirtilos suficientes? será que devia ter bebido batidos verdes? será que as 4 horas por semana que passa no ginásio é pouco? pois..

é extremamente importante, para prevenirmos esta - e outras doenças também (por ex. cardiovasculares e diabetes), mantermos um estilo de vida saudável:

  • evitar o sedentarismo, e praticar exercício físico regularmente
  • manter um peso adequado
  • ter uma alimentação equilibrada e saudável
  • não fumar
  • limitar o consumo de bebidas alcoólicas
  • evitar o stress
  • não apanhar sol nas horas de maior intensidade, e mesmo assim, usar sempre protector solar

isto é o básico, e existe evidência cientifica que garante que muitos cancros podem ser evitados apenas com alterações ao estilo de vida... mas isto só não chega. porque as pessoas podem ficar convencidas que, se levarem um estilo de vida e alimentação saudáveis, não ficam doentes.. e não é bem assim. para além de existirem vários pequenos factores que nem sempre conseguimos controlar (por ex, gravidez tardia ou não ter filhos, não ter amamentado, ter tomado contraceptivos hormonais ou terapia hormonal de substituição), existem outros que estão completamente fora do nosso controlo (por ex, menstruação precoce e menopausa tardia, tecido mamário denso, e factores genéticos).

e também porque à medida que vamos envelhecendo, o organismo vai perdendo a capacidade de se regenerar, causando erros genéticos aqui e ali, cada vez com mais frequência. e o nosso sistema imunitário, por mais fortalecido que esteja devido aos nossos cuidados, nem sempre consegue dar conta de todas as ameaças, sobretudo se forem tão sorrateiras como é o caso do cancro.

bottom line, não existe forma de nos prevenirmos *realmente* contra o cancro. tal como não existem dietas, nem super alimentos ou suplementos, que ajudem o sistema imunitário a eliminar as células cancerígenas sozinho.

por isso mesmo, torna-se necessário vigilância constante. conhecer bem o corpo, e suspeitar de qualquer alteração repentina. é imprescindível fazer o autoexame à mama uma vez por mês, mas nada substitui uma ecografia e/ou mamografia de rotina. a mamografia pode parecer um exame assustador, mas ter as mamas prensadas durante alguns segundos, a cada um ou dois anos, não é assim tão horrível como isso, é só desconfortável, e pode poupar a chatices tão maiores

fazer consultas e exames de rotina e participar nos rastreios é fundamental para apanhar a doença em estados iniciais. um diagnóstico precoce da doença pode fazer toda a diferença no prognóstico, pode inclusive evitar cirurgias mais extensas, e tratamentos longos e agressivos como a quimioterapia. 

e perdoem-me a franqueza.. mas não fazer exames de rotina com medo daquilo que podemos vir a encontrar, é uma desculpa idiota.

estima-se que nos últimos 30 anos, a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do cancro da mama reduziram a taxa de mortalidade em cerca de 35% dos casos. isto são as boas notícias, que podem (e devem) servir de encorajamento para sermos pro-activas na prevenção desta doença.

love your boobies

leitura recomendada:

O que provoca o cancro da mama? O que sabemos e do que suspeitamos

Programa de Rastreio de Cancro da Mama

[Programa de Rastreio de Cancro da Mama] Resposta às suas Perguntas

Mamografia: porque é tão importante

The Cancer Atlas: Risk factors

WCRF: Cancer prevention recommendations

e um vídeo (que já tem alguns anos, mas que continua bastante actual e está muito bom), para quem não quer perder muito tempo com leituras pesadas:

Prevenir o cancro da mama



REFERÊNCIAS:

WHO: Breast Cancer: prevention
WHO: Breast Cancer: early diagnosis
ASCO: Breast Cancer: Risk Factors and Prevention
European cancer mortality predictions for the year 2019 with focus on breast cancer
Decades-long drop in breast cancer death rate continues
The benefits and harms of breast cancer screening: an independent review
Delay in Breast Cancer: Implications for Stage at Diagnosis and Survival
Role of physical activity in onset, prevention and treatment of human neoplasms
Weight Management and Physical Activity for Breast Cancer Prevention and Control
Cancer Research UK: Reports that cancer is ‘mainly bad luck’ make a complicated story a bit too simple
Cancer Research UK: Food controversies 
What Are Superfoods and Are They Really Super?

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D