Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Furas no vet outra vez

Abril 20, 2009

na quarta passada encontramos uma ferida na barriga do furas e ficamos logo aflitos, que aquilo não tinha grande aspecto.  tivemos a limpar e a tentar perceber qual teria sido a causa, pois sem ser arranhões, nunca tínhamos visto uma ferida no furas. donos mais maricas este bixo arranjou...
pensamos que podia ser algum carrapato, mas não conseguimos encontrar nada..decidimos leva-lo ao vet no dia seguinte, mas ele só vinha a almada na sexta e eu não conseguia ir a oeiras, então, teve mesmo que esperar..

já há umas semanas que andamos para leva-lo ao vet e a tal ferida ajudou à decisão. o facto dele ter recomeçado a marcar território e andar ligeiramente mais agressivo é mau sinal...

foi apalpado exaustivamente pelo vet, que disse que lhe parecia estar tudo em ordem, e quando examinou a ferida, que entretanto já tinha sarado, disse que podia ter sido alguma mordida, mas que não estava lá nada..menos mal.
disse que para a idade dele estava muito bem. o pêlo impecável, os órgãos no lugar certo e com as dimensões normais, apenas franziu a sobrancelha a um dos rins.
depois tivemos a falar sobre o facto de ele andar a manifestar sinais típicos de cio e o vet disse que realmente pode ser problemas na adrenal (umas glândulas), e quanto mais cedo se descobrir, mais cedo se começa a tratar.

 teve a falar nas varias opções de diagnostico e aconselhou umas analises todas xpto para detectar anomalias nos níveis hormonais. aceitamos a sugestão e ele foi anestesiado para tirar sangue.

enquanto ainda tava meio grogue da anestesia, o vet foi-lhe espreitar os dentes e aquilo não tava com grande aspecto... aquele diabo não deixa ver a boca e estava a esconder uma gengivite.. da próxima vez que for anestesiado, vão-lhe tratar daquilo.

não marcamos logo a ecocardiografia ao coração, vamos esperar pelos resultados das analises para saber se é preciso fazer também uma ecografia à adrenal, e aproveitar para fazer tudo de uma só vez. e em agosto volta a fazer check-up, analises ao sangue completas e rx.

tem mesmo que ser assim, olhinho atento a qualquer alteração..a esperança média de vida deles é de 8 anos, ele tá com 5... e nós queremos que ele se aguente o máximo de tempo possível, mas melhores condições possíveis :)

017 - Levar o furas ao vet. para fazer uns exames

Agosto 12, 2008

esta apanhou-nos de surpresa...

o furas é um bixo que, por uma sorte do outro mundo, nunca esteve doente. nem uma única vez!

acontece que está a ficar velho, 4 e meio anos para um bixo destes é obra. e já havia muito tempo que queríamos leva-lo a fazer exames a ver se estava realmente tudo bem... mas é naquela, ele não parece mal, e nós vamos deixando andar...

na segunda passada, o gajo teve um ataque de tosse brutal, que nos fez saltar da cama. no espaço de 10mn teve mais dois ataques parecidos. ele já tem tossido, mas nunca assim!
ficou decidido que tinha que ir ao vet. a.s.a.p., pois sabemos bem que, quando eles revelam algum sintoma, significa que o mal já está feito e todos os minutos contam...

o vet dele só vem a almada às quintas e nós não íamos três dias para ver que raio de tosse vinha a ser aquela... e leva-lo a outro vet que não tivesse experiência com furas estava fora de questão.
por sorte o marido ainda tinha o contacto do vet e telefonou-lhe para saber se era possível ele ver o bixo. nesse dia ele estava numa clinica em oeiras, e foi lá que eu fui com ele.

a consulta foi demorada e ele teve que ser anestesiado para lhe fazerem análises e tirar um RX, tadito..
os resultados das análises vinham bons, tudo dentro dos valores normais, mas a radiografia revelava algo estranho, o lado direito do coração estava ligeiramente maior que o normal. isto levou a que o vet ficasse desconfiado de uma doença que dá costuma aparecer moços, que eu não sabia o que era, mas quando descobri, ia-me dando uma coisa má... cardiomiopatia.

 

rx

 

anyway, ele não quis confirmar o diagnostico sem antes fazer uma ecocardiografia, que foi marcada para a quinta seguinte, em almada.
deu-lhe ainda uma injecção de cortisona, a ver se acabava com a tosse, e realmente, não voltou a tossir, pelo menos daquela forma.

durante esses três dias andei a cozer em lume brando, a tentar habituar-me à ideia que corria o risco de ficar sem o furas em poucos meses...era mau demais para ser verdade........

e eis que chegou finalmente o dia da eco.
o furas foi novamente anestesiado, desta vez, com gás, e cortaram-lhe o pelito na zona do peito. nós assistimos ao exame. demorou quase uma hora. foi mesmo, mesmo minucioso!

e por fim, estava encontrado do problema que fez o lado direito do coração aumentar de volume. segundo o vet que fez a eco, o furas nasceu com uma má-formação, muito provavelmente genética, no coração: uma fuga numa das válvulas do ventrículo esquerdo, que faz passar sangue para o direito..

então, a dilatação do lado direito do coração deve-se ao facto do trabalho extra que o ventrículo tem tido este tempo todo, ao ter que bombear não só a quantidade de sangue que lhe compete, e mais o extra que entra lá para dentro, vindo do outro.
por sua vez, essa dilatação está a roubar espaço ao pulmão. e estão explicados os episódios de tosse..

não há muito a fazer, ele nasceu com aquilo e provavelmente é graças as vida sedentária que leva, que ainda está vivo. o vet não aconselhou medicação para já, pois ao tentarmos controlar um dos lados, o outro iria sofrer, e mal por mal, fica com está... mas aquele coraçãozito dele vai ter que ser monitorizado, o que implica uma eco a cada seis meses. a única medicação que ele pode vir a precisar é para controlar os sintomas que advêm daquela condição, como os ataques de tosse, depois logo se vê se vai precisar de ser medicado para controlar o ritmo cardíaco..

a ver vamos, mas pelo menos o prognóstico é muito melhor que o da outra doença, caso se confirmasse..

de resto, está tudo nos conformes :)

 

Descobertas...

Abril 24, 2007

Esta tarde tivemos uma surpresa bastante agradável!

 

Já andava há uns tempos para ir sondar um veterinário aqui próximo, porque já sondei quase todos os da zona e ainda não tinha ido checkar aquele. Já abriu há uns meses, mas a oportunidade surgiu hoje, quando ontem à noite, quando tivemos que descongelar um peito de frango pa alimentar o diabrete albino (não que ele se tivesse importado com isso), porque tinha-se acabado a ração dele e nós nem demos por isso :P ...

 

Chegamos lá, demos logo de caras com a marca de comida que o xavalito tem andado a comer. Naice..ele é um bocado esquisito no que toca a mudanças de rações e não me estava nada a apetecer fazer-lhe isso.. Entretanto, enquanto pagamos, surgiu a pergunta:


Marido: "Por acaso dão consultas a exóticos..?"

Vet: "Damos, sim! Se não for eu, é o Dr. Rui..."

Eu e o marido em uníssono: "...P****** ????(não vou dizer o apelido do rapaz que não o quero em maus lençóis lol)"

Vet: "Sim, ele mesmo!"

Eu, toda contente: "Ahhhhh, nem imagina a boa noticia que me acabou de dar, é que ele é o nosso vet desde o inicio!! Bem, então já sei onde marcar a próxima consulta! (isto porque ele deixou de aparecer na clinica onde costumávamos ir..)"

Vet: "Ainda há uns dias atrás esteve cá a dar consulta a um papagaio..."

Eu, com ar comprometido: "er....e furas*?"

Vet: ".....furas? adoooro furas!! Tratei muitos em frança..."

 

...e a conversa prossegui animada durante um bocado. Saímos de lá, nós contentes por saber que podemos contar com a clinica, e ela toda contente que ia tratar furas hi hi hi

 

Foi um alivio, saber que finalmente tenho um(a) vet perto de casa que percebe destes moços, porque até agora, tinha que marcar consulta com uns dias de antecedência, e em caso de emergência, tava bem lixada.. muita sorte temos tido nós!

 

E saber que o vet. do bixo também dá consultas ali foi uma surpresa igualmente boa, já que é ele que o tem acompanhado desde sempre :) (*) é lógico que a palavra usada no dialogo terminava com um "ão" em vez de "as"..mas prontos...

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: [email protected]

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D